Já pensou em se hospedar num hotel de sal?

Apesar de inusitado, existem alguns hotéis feitos de sal e ficam no Salar de Uyuni, na Bolívia!

Nós nos hospedamos, em abril de 2014, no Hotel Luna Salada e ficamos encantados!

Exatamente isso: um hotel construído, quase totalmente, por milhares de blocos de sal, que pesam de 15kg a 20kg cada e são elaborados de forma artesanal.  E não apenas o hotel, mas os móveis, como as camas, criados, sofás, mesas e muito mais,  também são feitos de sal.

O hotel é extremamente confortável, com calefação central e lareiras nas áreas de estar,  e aquecedores e cobertores elétricos nos quartos.  Os quartos são espaçosos, confortáveis, limpos  e contam com banheiros privativos. Tudo praticamente feito de sal, menos o piso do banheiro, claro!

Alguns quartos oferecem  vista para a mina de sal de Uyuni, possibilitando assistir, do próprio quarto, a um por do sol deslumbrante. Impossível descrever a magia do momento!

A propriedade dispõe, gratuitamente, de salão de jogos, com mesa de bilhar e pingue-pongue, WiFi  nas áreas comuns e estacionamento para os hospedes. Pagando um taxa extra, é possível alugar bicicletas ou mesmo desfrutar dos serviços do spa.

Além das excelentes instalações, o hotel de sal Luna Salada conta, ainda, com um delicioso restaurante gourmet bem variado, especializado na cozinha andina. O café da manhã, conta com um buffet bem variado, e está incluído na diária.

O hotel fica em Colchani,  a 30 minutos de carro do centro de Uyuni , a  25 km do cemitério de trem e a 30 km do Aeroporto Joya Andina.

Se tiver oportunidade, não deixe de visitar o Salar de Uyuni e também de vivenciar essa experiência única, de se hospedar num hotel de sal.

Num próximo post, falarei sobre um roteiro de 2 dias no Deserto do Sal.

 

 

Adriana Pasini  (Idealizadora do Saiu de Viagem) :  Tributarista por formação, esta paulista com coração brasiliense, desde muito cedo começou suas andanças pelo mundo. Filha de pais pesquisadores, sua primeira viagem internacional foi aos 10 meses de vida, para Londres, onde morou por mais de 5 anos.

Na adolescência voltou para a Inglaterra, onde terminou o nível médio em Oxford e aproveitou para fazer bicos e juntar um dinheirinho para, aos 16 anos, fazer uma  viagem “sozinha” pela Europa. De lá pra cá, dividiu-se entre Brasília, a advocacia e mais viagens, mas há 6 anos resolveu dedicar-se exclusivamente à perambular pelo mundo com o seu marido.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Comment
Name*
Mail*
Website*